Sustentavel Mente

Porque nossas escolhas podem mudar o mundo!

Pegada de carbono na embalagem! 05/10/2010

A partir deste ano, alguns produtos da Suzano Papel e Celulose terão impressos nas embalagens o desenho de um pezinho indicando o volume de emissão de CO2 liberado na atmosfera em função da produção, uso e cálculo de descarte por tonelada de cada produto. É a primeira empresa do setor a publicar a chamada “pegada de carbono” em seus produtos.

Iniciativas como estas ajudam o consumidor a conhecer o custo ambiental de suas escolhas e como ele pode contribuir para melhorar a equação estilo de vida x recursos naturais.

Leia mais no Jornal Valor Econômico http://migre.me/1u9fI

Suzano Papel e Celulose http://www.suzano.com.br

Anúncios
 

21 de agosto! 18/08/2010

 O chamado Dia do Excesso ou Earth Overshoot Day é o dia em que todos os recursos naturais que a Terra é capaz de fornecer para o nosso consumo para o ano é esgotado.

 Segundo o cálculo divulgado pela ONG Global Footprint Network (GFN), a capacidade regenerativa da Terra se encerra no próximo sábado 21 de agosto…  Ou seja, a partir desta data teremos consumido nossa cota anul, explorado os recursos do planeta além daquilo que ele consegue produzir, ultrapassado o limite da sustentabilidade planetária.

  Todas as nossas atividades deixam um rastro no planeta e esse rastro não é estático e nem igual para todos os seres. Em relação a nós, seres humanos, os piores predadores dos recursos naturais, o tamanho da pegada depende principalmente do estilo de vida de cada individuo. Quanto maior o  consumo maior a pegada ecológica. Isso é certo. E se os gastos inaquedos são ruim para o bolso, imagine para o planeta.

 O orçamento ecológico é como todo orçamento anual, limitado e uma vez que esse limite é extrapolado em agosto, um grande problema é gerado: como cobrir as despesas até o fim  do ano?!

 Se houvesse outro planeta habitável e rico como o nosso, estaríamos nos mudando para lá este fim de semana, para que a Terra pudesse regenerar seus recursos, a fim de estar com toda a sua capacidade produtiva em 2011…

 Tal planeta não existe e não podemos, simplesmente, parar de consumir, então vamos continuar por aqui (enquanto for possível), vivendo nossas vidas e explorando nossa Mãe Terra até sua exaustão, consumindo mais de um planeta por ano, como já fazemos há muito tempo?

 Ou iremos escolher outro futuro? Um futuro sustentável em que o consumo humano respeite os limites do planeta? Eu opto pela segunda opção e a diminuição do consumo é o caminho!

Pense nisso!

 Calcule a sua pegada ecológica e saiba quantos planetas seu estilo de vida consome: http://www.pegadaecologica.org.br/

Este texto foi inspirado na matéria publicada ontem no site Ciclo Vivo, acesse o link para saber mais: http://migre.me/15FcR