Sustentavel Mente

Porque nossas escolhas podem mudar o mundo!

Pegada de carbono na embalagem! 05/10/2010

A partir deste ano, alguns produtos da Suzano Papel e Celulose terão impressos nas embalagens o desenho de um pezinho indicando o volume de emissão de CO2 liberado na atmosfera em função da produção, uso e cálculo de descarte por tonelada de cada produto. É a primeira empresa do setor a publicar a chamada “pegada de carbono” em seus produtos.

Iniciativas como estas ajudam o consumidor a conhecer o custo ambiental de suas escolhas e como ele pode contribuir para melhorar a equação estilo de vida x recursos naturais.

Leia mais no Jornal Valor Econômico http://migre.me/1u9fI

Suzano Papel e Celulose http://www.suzano.com.br

 

À meia luz… 30/09/2010

Dica 899 – Iluminação pontual – O cômodo inteiro tem que estar iluminado para que você possa ler um livro num canto? Se a resposta for não, apague as luzes do teto e sente-se ao lado de um abajur. Se os moradores de 1 milhão de lares reduzissem o consumo médio de eletricidade em apenas 60 watts (uma lâmpada incandescente), as emissões de carbono cairiam em cerca de 5 milhões de toneladas por ano.

Dica do livro: 1001 Maneiras de Salvar o Planeta – Idéias práticas para tornar o mundo melhor, de Joanna Yarrow, PUBLIFOLHA, 2007.

***

É claro que é impossível viver com apenas uma lâmpada acesa na casa, mas saiba que ao apagar as luzes dos cômodos vazios ou mesmo diminuir a iluminação (conforme sugere a dica 899) você já está colaborando para a redução das emissões de CO2 na atmosfera.

Outra atitude prática é colocar lâmpadas fluorescentes ao invés das incandescentes em todos os pontos de luz, sua durabilidade e alta eficiência energética garantem economia para seu bolso e a diminuição do impacto ambiental causado pelo seu estilo de vida, por gerar menos resíduos e emitir menos carbono.

Atualmente, já encontram-se disponíveis no mercado diversos tamanhos, modelos e cores…

Quanto ao descarte, lembre-se: as lâmpadas queimadas devem ser entregues em pontos de coleta específicos!

Saiba mais sobre os pontos de coleta, clicando sobre a tag “Reciclagem” que encontra-se no cabeçalho deste post.

 

Dia Mundial Sem Carro! 22/09/2010

Hoje tem FlashMob do SWU na Praça do Ciclista em Sampa às 18hs… Vá de bike!

E em São José dos Campos acontece um passeio ciclistico saindo às 20h do Parque Santos Dummont…

Confira o roteiro no site VNews – http://migre.me/1noq8

Desculpe postar em cima da hora, mas a internet aqui só funcionou agora…

Corre que ainda dá tempo de participar!!!

 

Feche as cortinas! 14/09/2010

“O simples ato de fechar as cortinas em dias de calor

pode economizar cerca de 25% da energia gasta com ar-condicionados.”

Essa dica simples foi dada ontem por @biosustentavel, via www.twitter.com

 

Vida Longa ao Papel! 08/09/2010

Você sabia que a cada tonelada de papel reciclado, evita-se a derrubada de 17 árvores?

Papel é matéria prima do próprio papel.

Não é lixo!

Ao retornar para a cadeia produtiva,

ele gera renda e ajuda a manter nosso planeta mais arborizado!

Tem papel para jogar fora?!

Envie-o para a reciclagem!

E lembre-se: ao comprar papel, prefira sempre os reciclados!

 

Mobilidade urbana 05/08/2010

“Estacionamento não é um problema do Estado”

– Enrique Peñalosa

 No vídeo abaixo, o ex-prefeito de Bogotá, Enrique Peñalosa fala sobre a importância de se priorizar a mobilidade a pé ou de bicicleta para melhorar não só o trânsito, mas também a qualidade de vida e até mesmo os índices de violência nas cidades:

 

A dica do vídeo foi “tuitada” ontem por Renata Falzoni. Para seguí-la no Twitter, acesse: www.twitter.com/@rfalzoni

E para seguir o ex-prefeito de Bogotá, Enrique Peñalosa:  www.twitter.com/@enriquepenalosa

 

É só devolver a embalagem! 14/07/2010

 Uma das coisas que estou sempre afirmando por aqui é o quanto as pequenas atitudes podem gerar grandes transformações e como é possível iniciar a mudança de forma simples e gradual, bastando para isso, apenas atenção às escolhas e boa vontade.

 A dica de hoje é fácil de ser aplicada e provoca um bem enorme ao planeta: ajuda a diminuir a necessidade de se extrair matéria-prima da natureza!

 É o projeto BioConsciência das lojas O Boticário, um programa de reciclagem de embalagens vazias que teve inicio em 2007 e está sendo implantado em todo o Brasil.

 Funciona assim: as lojas recebem as embalagens vazias e as enviam para empresas recicladoras, que transformam os diferentes componentes de cada embalagem em matéria-prima, que será utilizada em um novo ciclo produtivo.

Ciclo Produtivo

 Já que somos todos responsáveis pelos resíduos que geramos, este projeto oferece a oportunidade de (com o mínimo esforço para nós consumidores) contribuir significativamente para a preservação dos recursos naturais do planeta, através do reaproveitamento de materiais. Portanto, se você possui produtos O Boticário, lembre-se de encaminhar as embalagens vazias de volta para a loja!

 Para saber mais, acesse o site O Boticário http://migre.me/WH6H

 

“Homem, cidades e a sustentabilidade possível” 30/06/2010

 Acontece hoje no SESC São José dos Campos o Seminário “Homem, cidades e a sustentabilidade possível” com o objetivo de oferecer um conjunto de reflexões a respeito dos conceitos de sustentabilidade nas metrópoles.

 Após dezoito anos da Conferência das Nações Unidas sobre o meio ambiente, onde chefes de Estado de todo o mundo e representantes da sociedade civil organizada discutiram metas a serem cumpridas numa agenda para o século 21, com a determinação de ações e mudanças de comportamento voltadas à criação de um novo padrão de desenvolvimento capaz de conciliar a eficiência econômica à igualdade e justiça social e à conservação ambiental, questionamo-nos: é possível?

 É possível alterarmos o padrão de consumo das grandes metrópoles? É possível a discussão e a implementação de sistemas comerciais mais justos, onde não só a distribuição monetária seja mais equânime entre os atores e setores da cadeia produtiva mas também haja menor dispêndio de energia para o transporte dos produtos de primeira necessidade – como alimentos e água potável – por exemplo?

 Poderíamos nos deslocar de forma menos poluente? Poderíamos imaginar as cidades como um grande sistema vivo, capaz de produzir a energia necessária para sua autonomia a partir da exploração energética do tratamento de efluentes e dos resíduos orgânicos?

 É possível imaginarmo-nos parte integrante deste grande organismo, com uma maior oferta à cultura, à educação e às práticas para uma autonomia política? Podemos viver de forma sustentável, sendo que hoje não há, no mundo inteiro, nenhum modelo referencial de metrópole ou centro urbano sustentável?

 É possível educarmos as gerações “do futuro” e formarmos cidadãos de forma mais integralizada e holística, como homens críticos, protagonistas e proponentes de mudanças profundas na maneira de se reconhecerem, reconhecerem o outro e o meio onde vivem?

 Esses são alguns questionamentos trazidos à luz da discussão no seminário “Homem, cidades e a sustentabilidade possível”. Profissionais de diferentes áreas do conhecimento conduzirão o diálogo que abordará esses temas tão presentes e urgentes em nosso cotidiano.

 PROGRAMAÇÃO

13h30 – Credenciamento

14h A possibilidade da sustentabilidade na metrópole
           Paula Santoro – Instituo Pólis

15h Políticas públicas de educação e meio ambiente: participação, cidadania e co-responsabilização
           Pedro Jacobi – USP

16h30 – Intervalo
 

17h – Redes de Convivência e Cooperação
           Ana Paula Navarro – Palas Athena

18h – Instituto Pandavas: experiências de uma pedagogia sustentável, holística e inclusiva
           Mara Novello Gerbelli e Nilton Almeida Silva – Instituto Pandavas

19h30 Encerramento

Confira o conteúdo das apresentações e o currículo dos palestrantes no site VNews: http://migre.me/TenN

Sesc: Av. Dr. Adhemar de Barros, 999 – Jd. São Dimas. Para mais informações: (12)3904-2000. Os valores das inscrições variam entre R$ 2,50 e R$ 10,00.

Rumo ao Hexa!

 

CARNE LEGAL 28/06/2010

A Campanha do Ministério Público Federal, por uma pecuária mais justa e sustentável no Brasil já começou, o selo de certificação e rastreabilidade da carne já é realidade.

Quer evitar que o bife que você consome derrube as nossas florestas? Na hora da compra opte por carnes de origem certificada, de fazendas cujos pastos não ficam em áreas de proteção ambiental e não há trabalho escravo…

 Escolha também um dia da semana para não consumir carne, como uma maneira de protestar contra o desmatamento ilegal para aumento de áreas de pasto.

 

 Posts deste blog sobre as campanhas por um pecuária brasileira mais sustentável:

 

Intermitências da Morte… 18/06/2010

Faleceu hoje o escritor e Prêmio Nobel de Literatura, José Saramago, aos 87 anos.

 Você sabia que o primeiro livro com certificação FSC (Forest Stewardship Council ou Conselho de Manejo Florestal) publicado no Brasil foi o “Intermitências da Morte” a pedido do próprio autor, em 2005? Eu não sabia. Descobri hoje que, ao aderir a campanha do Greenpeace Saramago fez uma solicitação às editoras de todo o mundo: que publicassem sua nova obra seguindo padrões ambientalmente corretos.   

 A Companhia das Letras, respeitando o pedido do autor, aplicou todas as exigências para publicar um livro com certificação florestal no país. O sistema FSC de certificação garante que a atividade madereira ocorra legalmente, dentro de padrões socio-ambientais internacionalmente aceitos. Isso siginifica proteção às florestas do mundo!

 Além da perda de um grande escritor e Prêmio Nobel da Paz, o mundo perde também um ativista sócio-ambiental…

Saramago no Wikipedia: http://migre.me/Q4wy

Conselho Brasileiro de Manejo Florestal – FSC: http://migre.me/Q4xC

Greenpeace: http://migre.me/Q4yp

Editora Companhia das Letras: http://migre.me/Q4z8

Rumo ao Hexa!