Sustentavel Mente

Porque nossas escolhas podem mudar o mundo!

10 centavos por sacolinha?! 04/11/2010

É isso mesmo o que você leu, está tramitando na Câmara de Vereadores de Curitiba um projeto de lei que proíbe a distribuição gratuita das sacolinhas plásticas nos estabelecimentos comerciais. O objetivo principal é reduzir o volume de lixo deste material nos aterros do municipio, além de conscientizar e incentivar o uso de embalagens retornáveis.

Eu concordo que a melhor maneira de incentivar a diminuição dos sacos plásticos é através do bolso do consumidor e que mais cedo ou mais tarde esta tendência será parte do nosso cotidiano, como já o é em vários países do mundo.

Mas, R$ 0,10 é demais até para mim, ferrenha defensora da ecobag! No exterior a cobrança se inicia em 3 centavos ou 5, que é o valor de desconto que algumas redes do varejo brasileiro oferecem aos consumidores que optam por não carregar suas compras em sacolas plásticas . Qual foi o critério usado para definir o valor mínimo a ser cobrado em R$ 0,10? Outro ponto que não está claro é: para onde vai o dinheiro arrecadado com a venda das sacolinhas…

E você é contra ou a favor de pagar pelas sacolinhas plásticas no supermercado?!

Eu evito levá-las para casa a todo custo, então atualmente sou beneficiada pelo desconto; a cobrança não fará muita diferença para mim, pois não as utilizo mesmo…

Mais posts sobre sacolinhas plásticas na Sustentaveltag sacolas plásticas”

Leia mais sobre a cobrança em Curitiba no site Bem Paraná: http://migre.me/1YEZG

Minhas ecobags!

Anúncios
 

Pilhas e Baterias 27/10/2010

Hoje o Jornal Vanguarda TV 1ª Edição exibiu uma reportagem sobre os pontos de coleta de pilhas e baterias em São José dos Campos, para assistir ao vídeo, acesse o site VNews: http://migre.me/1Oear

Clicando sobre a SustentavelTag “Reciclagem” ao lado do post, você encontra mais dicas de pontos de coletas deste material!

 

Preciclando até na escolha da ração do seu bichinho de estimação… 26/10/2010

Dica 559 – Economize na ração – Evite os saquinhos com porções individuais para cães e gatos. Essas imitações dos pratos prontos consumidos pelos seres humanos são um desperdício de dinheiro e de embalagens. Compre a ração a granel e deixe os pacotinhos para quando estiver longe de casa.

Dica do livro: 1001 Maneiras de Salvar o Planeta – Idéias práticas para tornar o mundo melhor, de Joanna Yarrow, PUBLIFOLHA, 2007.

***

Prestar atenção à quantidade de embalagem de um produto e refletir sobre a necessidade de tanto plástico e alumínio que serão transformados em lixo assim que o produto for aberto, optando ou não, por levá-lo para casa é praticar a preciclagem.

Caso você não saiba ou não se lembre o que é preciclar, sugiro uma visita a um dos primeiros posts do blog – Preci – O Quê???, de 12/05/09: “Preciclar é quando o consumidor, no ato da compra, dá preferência a produtos que geram menos resíduos, que sejam orgânicos, biodegradáveis ou recicláveis, enfim cujo impacto ambiental seja reduzido.” http://migre.me/1MCHe

 

Ecoamigos! 20/10/2010

Amigos vieram jantar em casa no último sábado e pedimos que eles trouxessem os petiscos, imagine qual não foi a minha felicidade ao ver uma sacola retornável embalando os quitutes! Acho que o “vírus” da sustentabilidade está mais espalhado por aí do que eu imaginava… Viva!!!

 

Notícia Boa! 07/10/2010

Uma pesquisa revelou que o uso de sacolas plásticas no Brasil caiu 20% em três anos, de acordo com reportagem exibida no Jornal Nacional do dia 05/10/10.

Essa mudança de hábito se deu em nome da proteção ao meio ambiente. Afinal, os danos que as sacolas podem causar aos animais marinhos e até a nós mesmos, como as enchentes por entupimento dos bueiros está cada vez mais evidente para a população através das campanhas de conscientização sobre o uso exagerado e inconsequente deste produto. (Campanha da qual este blog e esta blogueira que vos escreve faz parte!)

Apesar desse avanço, as sacolas plásticas ainda são as embalagens preferidas de 71% das donas de casa, pois servem para acondicionar o lixo doméstico.

Eu prefiro recusar as sacolinhas e carregar minhas compras em caixas e ecobags. Quanto ao descarte do lixo, eu utilizo as caixas que vem do supermercado, sacos feitos de jornal e até mesmo sacos de papel.

 Mas é possível também reaproveitar as embalagens dos próprios produtos, como sugere a blogueira Denise Rangel, em seu post Embalagens devem ir para o lixo?http://migre.me/1vqeK – lá você também encontra o link para aprender a fazer o saco de origami de jornal. Outro post da Denise que vale a pena ler é O que você faz com seu lixo –  http://migre.me/1vpIA – pois traz várias idéias para transformar os resíduos que geralmente são considerados lixo, em utilidades para casa, incentivando a reutilização.

Aliás, de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, aprovada em agosto deste ano, os princípios da gestão do “lixo” são, nesta ordem:

  • Não geração
  • Redução
  • Reutilização
  • Reciclagem
  • Tratamento
  • Disposição Ambiental Adequada – Aterro sanitário

Para conhecer a Lei 12305, que traça os novos caminhos dos resíduos no Brasil, acesse: http://migre.me/1vqgt

Blog Sturm and Drung! de Denise Rangel: http://drang.com.br/blog/

Para ler a notícia do Jornal Nacional: http://migre.me/1vqhf

Para ler outros posts deste blog sobre o assunto clique nas Sustentaveltags: sacolas plásticas no quadro ao lado do post…

 

Pegada de carbono na embalagem! 05/10/2010

A partir deste ano, alguns produtos da Suzano Papel e Celulose terão impressos nas embalagens o desenho de um pezinho indicando o volume de emissão de CO2 liberado na atmosfera em função da produção, uso e cálculo de descarte por tonelada de cada produto. É a primeira empresa do setor a publicar a chamada “pegada de carbono” em seus produtos.

Iniciativas como estas ajudam o consumidor a conhecer o custo ambiental de suas escolhas e como ele pode contribuir para melhorar a equação estilo de vida x recursos naturais.

Leia mais no Jornal Valor Econômico http://migre.me/1u9fI

Suzano Papel e Celulose http://www.suzano.com.br

 

Idéia de Gênio – ecologicamente correto! 04/10/2010

  “Troque a lâmpada. Mude a mudança climática. Greenpeace.”

Simples. Direto. Divertido. Precisa dizer mais? Sim: Faça a sua parte!