Sustentavel Mente

Porque nossas escolhas podem mudar o mundo!

Idéia de Gênio – ecologicamente correto! 04/10/2010

  “Troque a lâmpada. Mude a mudança climática. Greenpeace.”

Simples. Direto. Divertido. Precisa dizer mais? Sim: Faça a sua parte!

 

Anúncios
 

Por que embalar as maçãs separadas das pêras? 28/09/2010

Opte por comprar em estabelecimentos que não obriguem você a colocar os produtos de hortifruti a granel em sacos plásticos. Afinal, qual a real necessidade de embalar as maçãs separadas das pêras?!

Os sacos plásticos também podem ser um grande impecilho para quem está tentando diminuir o uso de embalagens plásticas, pois ao final da compra a quantidade de saquinhos que se leva para casa é impressionante, às vezes maior do que número de sacolas.

A obrigatoriedade dos saquinhos acontece quando as balanças não ficam nos caixas, pois assim não há como controlar a quantidade/peso dos itens que o cliente está levando.  

Então, já sabe, antes de encher o carrinho, a cestinha, a caixa ou a ecobag, pergunte se o uso dos sacos plásticos é obrigatório. Caso seja, você pode sugerir que o sistema seja modificado ou pode dar meia volta e realizar suas compras onde não haja tamanha imposição.

Eu já solicitei ao WalMart (que possue projetos de sustentabilidade e que, entre outras iniciativas, oferece desconto para quem não utilizar as sacolinhas) que deixe o cliente livre para escolher como carregar seus produtos de hortifruti. Fiz essa solicitação há meses e a única resposta que recebi (depois de muita cobrança) foi a de que eles iriam estudar a situação. Enquanto eles estudam a situação, eu exercito minha liberdade de escolha no Pão de Açúcar e Extra; a quitanda perto de casa, também oferece essa opção!

Reduza o uso de sacolas/sacos plásticos!

http://www.walmartbrasil.com.br/ 

http://www.grupopaodeacucar.com.br/home.htm

 

Plante árvores em 1 click! 21/09/2010

 Você sabia que é possível “plantar” árvores sem sair de casa, sem sujar as mãos e sem nenhum esforço ou custo para seu bolso? Parece mentira, mas não é. O Clickárvore e o Eco4palnet são dois projetos que plantam árvores sempre que recebem um clique em seus sites.

 O Clickárvore é o programa de recuperação florestal da Fundação SOS Mata Atlântica em parceria com o Instituto Vidágua e o Grupo Abril, que em dez anos de existência é responsável pela restauração de mais 13 mil hectares.

 Funciona assim: você se cadastra no site e a cada clique, ou seja, cada vez vez que você acessá-lo, os patrocinadores doam uma muda para plantio. A melhor parte é que não há limites para o número de árvores de você deseja plantar, basta cliclar, cliclar e clicar…

 Existem três maneiras de participar: como internauta, clicando e/ou comprando mudas a serem plantadas; como proprietário da terra que serão realizados plantios e como patrocinador. Atualmente, é preciso votar em qual região você gostaria que as mudas fossem plantadas. Cada voto = 1 click.

De acordo com o Clickárvore: “A restauração florestal é a ciência prática e a arte de assistir e manejar a recuperação da integridade ecológica dos ecossistemas, incluindo um nível mínimo de biodiversidade e de variabilidade na estrutura e funcionamento dos processos ecológicos, considerando seus valores ecológicos, ambientais e sociais.” Fonte: http://migre.me/1mNv4

Para saber mais e participar, acesse www.clickarvore.com.

Já o Eco4planet é um site de busca, do tipo Google, com o diferencial de ser 100% brasileiro e de que toda visita ao site é contabilizada e a cada 50.000 acessos uma muda de árvore é plantada! Em dois anos no ar o Eco4planet já promoveu o plantio de 300 árvores até o dia 4 de julho de 2010.

O www.eco4planet.com já é o meu site oficial de busca há algum tempo e para que mais árvores sejam plantadas, que tal fazer dele o seu buscador oficial também?!

***

Termino este post fazendo um protestozinho básico: não ganhei a muda de Aroeira-Pimenteira que a Fundação SOS Mata Atlântica estava distribuindo nos pedágios da Rodovia Ayrton Senna, no último sábado. Eu estava indo sentido São Paulo, para o #LuluzinhaCamp e a distribuição estava concentrada no sentido interior. Mais democrático seria haver equipes nos dois sentidos. De qualquer forma, a iniciativa é super válida, eu apoio e quem sabe ano que vem, finalmente, eu possa plantar uma mudinha que ganhei na campanha!

***

Post sobre o #LuluzinhaCamp sai ainda esta semana. Enquanto isso, acesse www.luluzinhacamp.com  para conhecer o projeto.

 

Feche as cortinas! 14/09/2010

“O simples ato de fechar as cortinas em dias de calor

pode economizar cerca de 25% da energia gasta com ar-condicionados.”

Essa dica simples foi dada ontem por @biosustentavel, via www.twitter.com

 

Parabéns ao Dalai Lama! 12/07/2010

Filed under: campanha,citação,cyber ativismo,homenagem — Daniela Oliveira @ 11:39 am
Tags:

Sua Santidade, o Dalai-Lama

 Achei muito interessante a homenagem para o Dalai Lama e resolvi estender a vocês este convite para a celebração do 75° aniversário dele, em 06 de julho.

 O líder espiritual Dalai Lama através de seus ensinamentos, palavras de bondade e compaixão, inspira a paz e a reflexão sempre, como na frase abaixo:  

“A felicidade é sempre um resultado da atividade criativa.”

Sua Santidade, o Dalai-Lama

—       —       —        —            —               —                    —                  —               —                    —                     —                  —                 —

Segue o convite da equipe do AVAAZ:

Caros amigos,

O Dalai Lama completou 75 anos no dia 06 de julho.. Por muitas décadas ele nos deu esperança, dando um exemplo generoso da sua sabedoria, não-violência e compaixão por um mundo melhor.

Agora nós podemos retribuir o favor — vamos enviar ao Dalai Lama uma homenagem de milhões de pessoas do mundo todo! Ela será entregue a ele pessoalmente em um “muro de felicitações” ao lado do templo de Dharamsala e disseminada por toda a região.

Vamos tomar um minuto para juntos homenagearmos o Dalai Lama, e fazer o seu aniversário durar enquanto as pessoas estiverem assinando! — clique no link para assinar o tributo — e depois encaminhe este alerta para pessoas que gostariam de fazer o mesmo:

http://www.avaaz.org/po/dalai_lamas_birthday/?vl

O líder espiritual do Tibet passou mais de 50 anos no exílio e ele continua a pregar a paz e compaixão. Vamos compartilhar com ele o quanto ele é querido e o quanto nos inspiramos pela sua história de vida. Clique aqui para assinar a homenagem de aniversário global ao Dalai Lama:

http://www.avaaz.org/po/dalai_lamas_birthday/?vl

Com esperança,

Alice, Pascal, Ben, Graziela, Paul e toda a equipe Avaaz

PS: A comunidade Avaaz tem apoiado rádios, bloggers e tecnologias para impedir a censura, para que haja uma livre circulação de informações para dentro e de fora do Tibete. Nós trabalharemos com estes parcerios nos próximos dias para garantir que as nossas mensagems de aniversário de esperança, gratidão e incentivo do mundo todo, cheguem a milhares de tibetanos e chineses.

 

 

I have a dream… 01/07/2010

 Ontem, no seminário que rolou no SESC, um questionamento se repetiu entre os palestrantes ao longo do dia: Onde está nossa capacidade de sonhar? O que aconteceu com aquela certeza (utópica) que tínhamos quando crianças de que iríamos mudar o mundo?

 Ela se perdeu na “normalidade” da vida; na aceitação de que somos todos insignificantes; impotentes; de que se tentarmos, falharemos e seremos alvos de “chacota”; na nossa indiferença política…

 Olhando de perto, com cuidado e atenção, talvez o sonho ainda esteja  dentro do peito. Percebe-se, então, que o que perdemos não foi a capacidade de sonhar, foi a capacidade de acreditar na força de sua realização.

 Assim como Martin Luther King, também tenho um sonho e através deste blog, tenho a oportunidade diária de realizá-lo ao propor reflexões sobre o impacto que as pequenas mudanças de atitude tem sobre nosso futuro. Nosso futuro enquanto humanidade. Escolhi o blog como ferramenta para fazer parte desta corrente em prol da sustentabilidade da vida neste “pequeno” e maravilhoso planeta chamado Terra, pois a cada palavra escrita e a cada palavra lida forma-se um elo.

 Não entre o interlocutor e eu, mas entre a transformadora possibilidade de um mundo melhor e aquele que tem o potencial de tornar real essa possibilidade. Já que muitos sonham com pessoas melhores vivendo em um mundo melhor, mas, por terem perdido a habilidade de acreditar, sentem-se solitários e desmotivados.

 Tem quem admire minha paciência de escrever sem saber se alguém irá ler; há aqueles que não compreendem o propósito da minha dedicação e insistência (ingênua ou prepotente?!) de acreditar que alguém vá mudar um hábito de consumo porque leu aqui.

 A resposta para essas dúvidas é a mais simples possível: faço porque acredito que somos nós os únicos responsáveis pela nossa realidade e por isso mesmo, somente nós somos capazes de mudá-la.

 Os que lêem o blog também se tornam elos da corrente e ao perceberem que não se encontram mais sozinhos, sentem-se inerentes a ela. Mesmo que a mudança seja pouco perceptível, um dia ela acontece. Pode ser na recusa por sacola plástica ou no envio de uma embalagem para a reciclagem ou na assinatura de petição contra as mudanças no Código Florestal Brasileiro ou através do exercício da cidadania…

 O texto de hoje foi inspirado nas apresentações do seminário “Homem, cidades e a sustentabilidade possível”. Parabéns ao SESC pela organização e uma salva de palmas aos palestrantes. Obrigada pelas palavras:

Paula Santoro – Instituto Pólis – http://www.polis.org.br/

Pedro Jacobi – USP – http://www.teia.fe.usp.br/

Ana Paula Navarro – Apecatu e Palas Athena – http://www.apecatu.com.br e http://www.palasathena.org

Mara Novello Gerbelli e Nilton Almeida Silva – Instituto Pandavas – http://www.institutopandavas.org.br/

Acesse o link para saber mais sobre a proposta do seminário, caso não tenha lido o post de ontem: http://migre.me/TtzO

Rumo ao Hexa!

 

 

CARNE LEGAL 28/06/2010

A Campanha do Ministério Público Federal, por uma pecuária mais justa e sustentável no Brasil já começou, o selo de certificação e rastreabilidade da carne já é realidade.

Quer evitar que o bife que você consome derrube as nossas florestas? Na hora da compra opte por carnes de origem certificada, de fazendas cujos pastos não ficam em áreas de proteção ambiental e não há trabalho escravo…

 Escolha também um dia da semana para não consumir carne, como uma maneira de protestar contra o desmatamento ilegal para aumento de áreas de pasto.

 

 Posts deste blog sobre as campanhas por um pecuária brasileira mais sustentável: